O custo para desenvolver um aplicativo depende de diversos fatores que são analisados no levantamento de requisitos. Criamos esse checklist com os 5 principais itens avaliados para ajudar você a entender o que impacta no custo do seu do projeto.

Ao se deparar com uma situação que seria resolvida ou otimizada a partir do uso de um aplicativo, o caminho natural de um gestor é procurar um fornecedor que atenda requisitos de qualidade, tecnologia, experiência e budget. Diante disso, um dos pontos que mais causa curiosidade é o recurso financeiro para este desenvolvimento. E aí, surge uma das perguntas que mais escutamos e que tem tantas respostas diferentes: Quanto Custa Desenvolver um Aplicativo?

Para te ajudar a entender o que dimensiona o custo de um projeto mobile, criamos este checklist sem palavras e termos difíceis, tudo de forma simples e objetiva para que você possa ter uma visão integrada e facilitada de como seu projeto é mensurado. Confira a seguir, os 5 principais itens levantados para definir quanto custa o desenvolvimento de um aplicativo:

  1. Plataformas
    Um dos pontos de partida é avaliar em quais plataformas o projeto precisará rodar. Neste momento é definido se o aplicativo terá versão iOS, Android, Web ou até uso em wearables como Apple Watch ou em eletrônicos como AppleTV. O desenvolvimento para mais de uma plataforma impacta em horas de envolvimento e consequentemente resulta em mais um tópico a ser orçado. 
  2. Plataformas de Desenvolvimento
    Este item tem como objetivo definir se este aplicativo será nativo, que significa que ele é desenvolvido especificamente para uma plataforma como exemplo iOS, ou se será híbrido – fazendo uso de recursos web e nativo para seu funcionamento, podendo ser usado em qualquer plataforma (iOS ou Android). Importante avaliar esses tópicos com o entendimento do uso do aplicativo, se será necessário ter acesso a câmera, ao GPS, entre outros. Esses são os fatores que determinam qual plataforma de desenvolvimento será utilizada. 
  3. Integrações
    Se o seu projeto mobile prevê integração com o banco de dados de outros sistemas para que tenha seu funcionamento completo ou se é necessário utilizar API de terceiros para rodar algum tipo de informação ou promover alguma forma de interação com o usuário, também é um ponto de atenção. Esses itens devem ser mapeados e previstos para mensurar o valor. 
  4. Dispositivos
    Este tópico não tem mistério: apenas compreender em quais dispositivos o seu aplicativo vai rodar: em smartphones, em tablets, versão Web, entre outros. Cada dispositivo demanda uma criação e dimensionamento.  
  5. Recursos do aplicativo
    Este é um dos itens que mais tem variações na hora de definir o custo de um aplicativo. Os recursos variam muito de um projeto para outro e dependendo dos requisitos do app, os impactos no tempo de desenvolvimento são consideráveis e acabam contando bastante na hora de fechar de conta.


Agora que você já conhece os 5 principais itens avaliados na hora mensurar o custo de um aplicativo já pode partir para a ideia. E se você tem alguma dúvida e quer falar conosco sobre um projeto, entre em contato por aqui para marcarmos uma conversa.

ATENÇÃO!
Você tem certeza que seu projeto é para um aplicativo ou está mais para um site mobile? Se você não sabe ao certo qual o mais indicado para o momento que sua empresa está passando, não deixe de entender lendo este conteúdo: Aplicativo ou site mobile?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *