Uma empresa com uma identidade visual forte, que comunica com clareza seus valores e propósitos, tem uma imagem de credibilidade mais alta quando comparada com empresas que não dão valor a este quesito de identidade visual. O mesmo se aplica para aplicativos: com um bom design você pode atrair mais usuários e manter alta a taxa de retenção de uso do seu app.

No momento do planejamento de seu aplicativo não basta apenas definir se ele será nativo ou híbrido e se terá integração com alguma ferramenta. Pensar no design do app é tão importante quanto a qualidade do código em si. É através do design que você causará o primeiro impacto em seu usuário, além dos benefícios que seu aplicativo irá trazer devido suas funcionalidades.

Como já diz o ditado: a primeira impressão é a que fica. Com isso, pensar com o perfil de comportamento do usuário no momento de criar a tela de abertura é um dos fatores cruciais para engajar seu target.

Design também está relacionado com função
Quando falamos em design, principalmente no campo do universo mobile, precisamos entender que o termo está fortemente relacionado a sua função e não somente a estética.  Por isso, um layout de um aplicativo deve ser bem planejado pois seu resultado final deve provocar uma navegação intuitiva de forma simples e dinâmica.

Esse conceito é fortemente conhecido como User Interface, ou pela sigla UI. Basicamente, o UI tem como objetivo facilitar de todas as formas a interação do usuário com a interface. Por isso é tão importante avaliar de que forma o layout será concebido. Observar pontos como espaçamento, cores, unidade visual e o peso final do arquivo são essenciais para um ótimo aplicativo.

Como agregar valor através do design
Criar um layout a partir do conceito da marca, que seja atraente, de fácil entendimento e eficiente é o primeiro passo para um bom aplicativo. As cores tem extrema importância no quesito: é por meio da seleção, hierarquia e contraste das cores que seu usuário será guiado na navegação do app. Ao escolher determinadas cores você consegue definir seções e categorizar informações. A dica é definir uma paleta de cores e usar com parcimônia e conhecimento técnico para criar um layout facilmente intuitivo de navegação por cores.

Além disso, foque em elementos básicos e de conhecimento universal. O objetivo é facilitar a navegação do usuário e isso pode ser alcançado com uma interface simples e direta. Entra em questão também o espaçamento entre esses elementos: dar o respiro adequado entre cada item contribui para um layout mais clean.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *