Termo que vem sendo utilizado cada vez mais, o Blockchain é uma forma de registrar operações de forma transparente e com eficiência. Graças a essa tecnologia, é possível realizar transferências financeiras de qualquer lugar do mundo e em pouquíssimo tempo.

O que é Blockchain?
Popularmente conhecida como “protocolo de confiança”, o Blockchain é uma tecnologia que forma registros de informações por meio de uma cadeia de blocos. Essa cadeia de blocos é protegida por criptografia, o que lhe agrega uma camada de segurança.

Seu grande diferencial é a descentralização do registro como medida de segurança. Com isso, seus registros e dados são distribuídos e compartilhados para criar um índice global de transações que ocorreram em determinado período.

Onde o Blockchain é utilizado?
As moedas virtuais chegaram para ficar e o interesse no investimento em criptomoedas vem atraindo cada vez mais as pessoas, visto que seu rendimento é extremamente atrativo. E aí que o Blockchain está ficando mundialmente conhecido.

As transações são demarcadas por um bloco, que contém o registro dessas transações. A cada determinado tempo um novo bloco de transações é formatado, ou seja, após certo tempo uma lista de transações forma um bloco, e isso acontece através do Blockchain. Sendo assim, esse é o registro das transferências realizadas na rede por usuários que comercializam bitcoins, por exemplo.

Do livro-razão para o ambiente digital
Para facilitar o entendimento do que é o Blockchain, podemos usar como referência o livro-razão de um contador que lista todas as movimentações financeiras de uma companhia. A diferença é que com o Blockchain, esse registro é efetuado em segundos e de forma segura, visto que a informação é descentralizada e criptografada.

Outra inovação da tecnologia, é que ela registra as movimentações financeiras sem nenhuma intermediação e não está vinculada a nenhuma autoridade ou instituição que balizam essas movimentações.

Segurança em primeiro lugar
Toda transação que faz uso do Blockchain é criptografada e com assinatura digital. Com isso, a segurança desta tecnologia garante a proteção contra possíveis ataques. E além disso, depois que uma transação é processada é impossível alterar esse registro.

Para o mercado financeiro é um grande facilitador, pois uma transação pode ser feita a qualquer hora e quase que de forma instantânea e não há limitação de valores. E isso vem para quebrar alguns paradigmas de instituições financeiras e bancos.

O Blockchain pode ser considerada uma tecnologia disruptiva, pois muda a forma como as coisas aconteciam até certo momento. Neste artigo você entende melhor o que é uma tecnologia disruptiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *