O unbundling de aplicativos não é algo tão novo no mercado de tecnologia mobile, mas é um conceito que vem sendo adotado cada vez mais por gigantes da tecnologia como Facebook e Google. A intenção é promover melhores experiências ao usuários com aplicativos específicos destinados a determinadas atividades ou ações.

Neste artigo vamos explicar onde você encontra este formato de desenvolvimento de aplicativos e o que pode impactar para você e o seu negócio.

Diversificação de aplicativos
Você já deve ter reparado que algumas marcas oferecem uma vasta gama de aplicativos, onde cada aplicativo tem um objetivo específico, mas que na verdade os apps se complementam e podem ser usados em conjunto? Um bom exemplo disso é o caso do Facebook que tem o seu aplicativo da rede social e o Messenger que faz parte da família de soluções de aplicativos do Facebook,  destinado para troca de mensagens inbox.

Isso se chama unbundling, que nada mais é que criar um aplicativo para cada recurso específico. Em termos práticos, é dividir um app em pequenas partes, onde cada aplicativo tem uma funcionalidade específica e atende muito bem ao que se propõe.

Pensando na experiência do usuário
No universo da tecnologia esta prática tem como principal objetivo melhorar a experiência do usuário no aplicativo. Se criarmos apps com funções únicas ou de escopo pequeno, a chance do usuário ter uma boa experiência e fazer uso das funcionalidades de forma simples e envolvente é muito alta. Aplicativos mais complexos, com diversas funcionalidades correm o risco de não ter um bom aproveitamento total e provocar uma experiência negativa, ou até mesmo ficarem muito robustos gerando dificuldades de uso.

No mundo dos negócios o termo unbundling já é bastante utilizado e tem como objetivo fracionar o valor agregado de serviços e produtos. Quando levado para o ambiente digital, o termo mais utilizado é Mobile App Unbundling, que pode ser traduzido para o português como Dissociação dos Aplicativos Móveis.

Unbundling não é motivo de economia em desenvolvimento
Pode se enganar quem pensa que essa é uma estratégia para baratear a produção dos aplicativos. O conceito por trás do unbundling está relacionado mais a usabilidade e boa experiência do que deixar o desenvolvimento mais em conta. No final, a conta pode ser a mesma ou até mais alta, visto que um aplicativo considerado específico vai muito a fundo no melhor envolvimento com o usuário e isso impacta em pesquisa e conhecimento profundo do target, além de prever funções que estejam muito bem integradas com outros apps.

São muitos fatores que impactam no custo do desenvolvimento de um app, e se você quer saber quais são os principais, você pode ler neste artigo sobre os 5 itens que impactam no custo de um aplicativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *