Em tempos de denúncias de vazamento de informação confidencial, roubos de dados pessoais e a maior troca de informações já alcançada na história da tecnologia, os olhos de grandes gestores e presidentes de organizações se voltam para as melhores práticas de segurança de informação.

E o mais incrível de tudo é que o que estamos vivendo agora não existe em nenhum livro a ser estudado. A sociedade como um todo está aprendendo a lidar com o volume de dados trocados na rede e entendendo o nível de exposição de seus dados. E com isso, especialistas em tecnologia estão tendo que lidar com situações nunca antes vividas e desenhando formas de evitar que ataques virtuais se repitam e usuários sejam mais precavidos no que diz respeito a troca de informação.

Mas o que é a Cyber Security?
A Cyber Security, também conhecida como Cibersegurança, recebe grandes holofotes para que os usuários da rede e integrantes de corporações tenham cuidados com o tipo de informação que expõem, além de entender como podem sofrer ataques cibernéticos e agirem da forma mais prudente quando o assunto é proteção da informação.

O conceito abrange uma série de práticas para proteção de informação, recuperação e conscientização de usuários, envolvendo desde computadores a sistemas e redes contra ataques cibernéticos. Pode ser chamada também de segurança de tecnologia da informação.

Como os ataques acontecem.
Geralmente ataques cibernéticos acontecem através de invasões em computadores ou redes por meio de vírus, worms, spyware e cavalos de Tróia.

Cada um tem um objetivo de ataque, que pode ser a coleta de dados de forma indevida ou danificar dados de arquivos e sistemas. Para evitar isso, é importante se precaver. Sempre contemplar um bom antivírus e um firewall para bloquear possíveis invasões de rede. Além disso, boas práticas de Cibersegurança contam com criptografia em troca de e-mails, preservando o conteúdo ali trocado, para que não seja invadido e nem roubado.

Outra forma de se precaver é de forma pró-ativa com um software que realiza uma varredura para encontrar códigos maliciosos no computador. Assim, ele é retirado antes que pudesse provocar algum estrago maior.

Usuários são uma parte importante.
Quando falamos de uma empresa ou nação, a troca de informações é muito alta e com alto nível de confidencialidade. Treinar e conscientizar os usuários sobre os riscos que a rede promove é fundamental para a segurança da informação.

Com ataques virtuais e espionagem digital em crescimento e cada vez mais conhecimento da população de grandes nomes de corporações mundiais envolvidas em vazamento de informações por falta de proteção, o treinamento de funcionários de empresas é mais uma forma de combater e minimizar esses ataques.

Lembre-se: o trabalho da Cyber Security é contínuo e o esforço nunca para.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *