Todo desenvolvimento de um projeto passa por fases bem características. Existe o diagnóstico de um problema, depois parte-se para o desenho de uma solução, após isso os custos são levantados e aprovados pelos responsáveis, e então um planejamento é realizado e inicia-se o desenvolvimento da aplicação em si. 

No decorrer do desenvolvimento é importante você almejar uma PoC durante a execução do cronograma do projeto. É uma ferramenta poderosíssima que pode trazer insights, evidências de melhorias e indícios de mudanças no decorrer do job. Além disso, é mais uma forma de provar que o produto que está sendo desenvolvido tem o seu valor. 

O que é a PoC?
A sigla PoC significa Prova de Conceito (ou em inglês – Proof of Concept), que nada mais é do que um momento onde você coloca o produto que está sendo desenvolvido em um teste de usabilidade. Fazendo uma PoC você pode: 

  1. Colher aprendizados;
  2. Identificar melhorias;
  3. Reagir rápido aos problemas que podem ser diagnósticados neste momento;
  4. Economizar investimento e fazer ajustes de rota.

Diante desses inputs, vale a pena o esforço da PoC, não é mesmo?

O momento ideal de realizar a PoC
A escolha do momento de realizar a PoC é muito importante e deve ser estudado com atenção. É considerável entender as entregas de cada sprint para definir em qual momento você já teria as principais features a serem testadas pelo seu usuário-alvo.

Vamos avaliar os cenários: caso você faça a PoC muito cedo no seu projeto, pode testar algo incompleto e tirar entendimentos equivocados que foram influenciados pelo o que foi colocado em teste, algo ainda incompleto. Por outro lado, se você fizer mais pra frente, no momento de finalização do projeto e identificar falhas graves, terá investido tempo e dinheiro e aí será muito tarde para realizar ajustes de modo rápido e sem alto impacto. 

Sendo assim, o foco é ter em mãos o MVP (mínimo produto viável) para que possa ser testado, avaliado e mensurado o mais próximo da realidade, mas que ainda está sendo elaborado e com tempo provável de realizar correções de rota. Vale reforçar que o produto não precisa estar super bem acabado e bonito. Somente a ideia que você quer validar precisa funcionar.  

Redução de riscos
Além de você ter diagnósticos de melhorias e identificar bugs, ao realizar a PoC, você consegue reduzir consideravelmente os riscos para a sua empresa. Avaliar o desempenho e impacto de um projeto em baixa escala é muito melhor do que com sua base total de clientes, colocando em risco o seu negócio, não é mesmo? 

Outro ponto importante é a confiabilidade e os dados que o teste de usabilidade realizado na Prova de Conceito entrega para você. Dessa maneira, comentários sem embasamento ou ideias equivocadas podem ser facilmente desconstruídos com os inputs que foram gerados durante a PoC. 

Na Prova de Conceito você pode realizar um recrutamento de usuários-alvo de acordo com o objetivo que você tem de resolução com o seu produto. Caso seja para conquistar novos públicos, que tal convidar aqueles que tiveram contato com sua marca em determinado momento, mas por alguma razão se afastaram?

Somente pontos positivos
Com esses argumentos você pode perceber como é importante realizar uma Prova de Conceito, para continuar desenvolvendo seu produto com segurança e com garantias que você está seguindo o melhor caminho que poderia seguir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *