No momento de criar o layout de seu app ou site você deve prever alguns campos que são inerentes a experiência do usuário junto de seu produto, esses que podem ser botões de acesso, hierarquia da informação, área de contato, um campo de busca interno, entre outros.

Um campo de busca pode muitas vezes ser o ponto de partida da experiência de navegação do usuário. Se pararmos para analisar que 3,5 bilhões de buscas no Google podem ser feitas em um único dia no mundo, é de se imaginar que seu usuário também pode procurar por um campo de busca em seu canal para consumir conteúdo, pois a realidade é que a pesquisa é algo inerente ao comportamento de uso da internet e de ferramentas mobile.

O que é o Campo de Busca
Deve-se dar muita importância para esse item seu projeto pois o campo de busca é um meio que pode ser considerado uma janela de conversa do seu canal digital, entre sua marca e seu usuário, sendo entendido como uma peça chave para abrir uma interação valiosa. É por este campo que o usuário irá adicionar seus principais interesses e desejos ao navegar no seu site ou portal.

É também uma das maneiras de você entender que tipo de informação seu usuário mais procura, o que pode ser um insumo para criação de estratégias de marketing digital. Tendo esses resultados em mãos, você pode promover melhorias de conteúdo em seu app, facilitando a encontrabilidade e experiência ao navegar em seu canal digital

Recomendações de UX para o seu Campo de Busca: para que esse campo seja facilmente encontrado por seu usuário, separamos algumas recomendações básicas:

1 – Campo de Busca Aberto
O campo de busca nunca deve estar oculto por algum ícone. Por ser algo que facilita a navegação do usuário, deve sempre permanecer aberto na tela de navegação. Deixar ele oculto por outro ícone cria mais um step de acesso a busca e queremos sempre facilitar a jornada do usuário.

2 – Ação Primária
Em apps onde a consulta é ação primária de navegação, o campo deve ficar posicionado o mais fácil possível de ser encontrado pelo usuário.

3 – Iconografia
Avançando um pouco mais o assunto sobre layout, geralmente o campo de pesquisa é um placeholder – uma caixa aberta – que indica que ali é o local do usuário inserir a palavra que representa a busca que ele pretende fazer. E geralmente, acompanhado desse placeholder, vem um ícone de lupa, que é muito mais que conhecido como um elemento de busca. Muitas vezes, querer alterar esse ícone pode provocar um certo desconforto por parte do usuário e fazer com que ele perca um pouco a lógica de navegação.

4 – Auto-sugestão
Evoluir no campo de busca para que ele tenha o auto-sugestão pode favorecer a experiência do usuário também. Sugerir alguns termos dos mais buscados ou relacionados ao universo do seu app ou portal podem ainda ajudar o seu usuário ver com mais facilidade o que ele queria ou até se interessar por assuntos relacionados ao conteúdo que eles estava buscando inicialmente. 

5 – Corretor Ortográfico
Outro item que pode constar no seu campo de busca é o corretor ortográfico: vai ajudar o seu sistema a trazer resultados de forma correta e facilitar o acesso ao seu usuário.Como você pode ver, quando olhamos para um simples campo de busca, não identificamos instantaneamente que é um item de UX que pode provocar tantas experiências, negativas ou positivas para o usuário. Vale pensar muito bem onde ficará posicionado e quais features vão acompanhar esse campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *